Mais de 5 mil bancários se afastaram das atividades em janeiro devido a Covid-19

Divulgação

 Divulgação

Os serviços prestados pelas agências bancárias são considerados essências na pandemia da Covid-19, e por conta disso as atividades nos bancos não pararam nesse período, apenas sofreram alterações em horários e na quantidade de clientes dentro dos prédios. Com o crescimento dos casos da doença na Bahia, segundo o Sindicato dos Bancários no estado, 30% dos funcionários foram afastados em janeiro por conta de exames com resultados positivos.

São mais de 5 mil bancários em tratamento contra a doença desde o inicío do mês, que apresentaram tosse, febre, mal-estar e dor de garganta. Dez agências estavam fechadas na última terça-feira (25/01), em função do surto de coronavíruas, onde nove delas são da capital e uma da cidade de Itapetinga.

No mês de janeiro, segundo o Sindicato, mais de 50 agências fecharam as portas temporariamente para desenfecção após muitos profissionais apresentarem sintomas gripais. O presidente da entidade, Augusto Vasconcelos, que é vereador em Salvador, apresentou um projeto de lei para que bancários e clientes apresentem o cartão com o ciclo vacinal em dia. A matéria ainda não foi aprovada. 

Fonte: Correio da Bahia

Mais de Noticias