Facebook
  RSS
  Whatsapp
Home    |    Notícias    |    Saúde

Dançar forró traz impactos positivos para o corpo e a mente

Compartilhar

 

O forró é uma dança tipicamente nordestina, que faz muito sucesso durante todo o ano, mas tem um boom enorme no mês de junho. E, claro, não deixa ninguém parado. O som, feito por triângulos, zabumbas e sanfonas, traz melodias agradáveis, dançantes e animadas. Esse ritmo tradicional das festas juninas é considerado pelos especialistas um excelente exercício aeróbico, que auxilia na tonicidade dos músculos, principalmente os das pernas. A dança também é tratada como atividade física e é reconhecida por suas inúmeras vantagens para o corpo e a mente. Ela ajuda a elevar a autoestima, proporciona bem-estar e ainda colabora na perda de peso. Por conta disso, além do seu ritmo contagiante, dançar forró traz diversos benefícios para a saúde. "O forró ganha força nesse período junino, mas durante todo o ano, ele pode ser praticado como uma atividade que ajuda na melhoria da coordenação motora, frequência cardíaca e tonicidade muscular. Ele também ajuda a aliviar o estresse, por ser uma dança alegre. Impossível não se divertir e sorrir dançando forró", explica Rafael Martins, professor de dança na Rede Alpha Fitness.

O profissional ainda recomenda que o ideal é fazer duas a três aulas de forró por semana, pois é uma ótima forma de renovar as energias do corpo e da mente. "Por se tratar de uma aula mais leve, os praticantes não veem a atividade como um exercício físico, mas como lazer. Isso torna o momento mais prazeroso", reforça o professor da Rede Alpha Fitness. A dança também ajuda a estimular o cérebro e a memória. Isso ocorre porque, em alguns tipos de dança, é necessário aprender coreografias e lembrar sequências de passos. Além disso, o exercício favorece a coordenação motora e o equilíbrio. Para os idosos, a dança contribui para melhorar a função cognitiva; e nas crianças, ajuda a gastar energia e praticar a coletividade.

Reinaldo Oliveira

Mais de Saúde