Facebook
  RSS
  Whatsapp

Projeto do novo Centro Histórico de Camaçari é apresentado e obras já começam de imediato

Compartilhar

 

Na manhã desta quarta-feira (07/02), no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Camaçari, foi apresentado o projeto de requalificação do Centro Histórico de Camaçari. Marcaram presença no evento secretariado municipal, vereadoes, imprensa local, empresariado, comerciantes, representantes de entidades e instituições.

As praças Abrantes e Desembargador Montenegro, a Avenida Getúlio Vargas e as ruas da Bandeira, Adelina de Sá e Santa Bernadete, passarão por requalificação, visando em especial melhorar a mobilidade urbana do centro da cidade. Serão aplicados R$ 14 milhões de recursos oriundos de um convênio entre a Prefeitura de Camaçari e o Banco de Desenvolvimento da América Latina e Caribe (CAF).

A obra, que será realizada pela Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), vai mudar o paisagismo das praças Desembargador Montenegro e Abrantes, incluindo bicicletários; jardineiras; iluminação; pavimentação; boxes comerciais; área de convivência; dentre outras mudanças. Já a Praça Primeiro de Maio, que é o espaço de lazer e esportivo da Abrantes, o parque infantil será reformado, assim como academia da saúde, a quadra poliesportiva e a pista de skate.

No projeto, as vias passarão por intervenções no esgotamento, drenagem, além da pavimentação e novos passeios. A única avenida, a Eixo Urbano Central vai ganhar ciclofaixas, áreas de convivência, asfaltamento e rampas de acessibilidade, assim como nas vias onde serão instalados piso intertravado e criadas vagas de estacionamento.

De acordo com o secretário Waldy Freitas, os recursos estão em conta, e as obras já devem iniciar de imediato, já que o processo de licitação foi realizado e concluído. “Era um desejo antigo do setor empresarial de nossa cidade, e vamos buscar afetar o mínimo possível a rotina dos comerciantes, mantendo o diálogo, ouvindo as demandas, os anseios. Queremos a população aquecendo o comércio após a conclusão dessa intervenção”, destacou.

Em sua fala, o presidente da Câmara Municipal, Flávio Matos, ressaltou que a obra vai integrar o museu e o cineteatro. “Nossa ideia realizar uma intervenção estratégica, para que o comerciante seja beneficiado, mas principalmente preservado durante a obra, que a circulação da população seja garantida, e que a gente consiga minimizar os impactos. O que importa é que vai ficar um novo e lindo Centro Histórico de Camaçari, que é um sonho de todos”.

Representantes de entidades também tiveram oportunidade de fala e expuseram suas dúvidas e deram sugestões sobre o projeto. As obras serão realizadas por etapas e a primeira é a Praça Primeiro de Maio.

Mais de Camaçari