Festa do Divino em Abrantes reúne o prefeito e centenas de fiéis

 

Uma noite de celebração movida por adoração, fé e devoção. Essas são as principais combinações que marcaram a tradicional missa festiva do Divino Espírito Santo, que aconteceu neste domingo (5/6), na paróquia que dá nome à festa, em Vila de Abrantes, em frente a Praça da Matriz. O prefeito Elinaldo Araújo compareceu ao evento e foi recepcionado pelo padre Edson Bahia, pároco da igreja.

Na ocasião, o gestor do município pôde conhecer as dependências do Centro Paroquial e logo após participar da festividade. Ao lado da sua mãe, Dona Ana Araújo da Silva,  o prefeito Elinaldo agradeceu ao convite. "É sempre uma alegria todas as vezes que venho em Vila de Abrantes, e para mim é uma honra celebrar este momento que é tão memorável para toda a comunidade católica da cidade e do país", expressou o chefe do Executivo que ficou satisfeito ao ver a participação de centenas de fiéis da comunidade local.

Dom Dirceu de Oliveira, bispo da Diocese de Camaçari, responsável por presidir a missa explicou sobre a festividade. "Nós celebramos hoje a festa de Pentecoste, que é a vinda do Espírito Santo sobre o apóstolo e Nossa Senhora reunidos no cenáculo, então esse aspecto é primordial para nós católicos, pra nossa fé, porque é o espírito que conduz e ilumina, que nos ajudar a continuar a missão de Jesus", expressou.

Segundo a comunidade católica, a festa é realizada todos os anos, 50 dias depois da Páscoa e após o Domingo da Ascensão do Senhor aos céus. A festa ainda acontece no dia de Pentecostes para celebrar a descida do Espírito Santo sobre os doze apóstolos. Para algumas pessoas, também simboliza a descida do Espírito à humanidade.

O churrasqueiro, Josias dos Santos, 49 anos, trouxe a família para participar da festividade. "Esta festa tem uma grande importância pra nós cristãos, porque é a partir do batismo do Espírito Santo que passamos a fazer parte da igreja", compartilhou o devoto.  

A Solenidade de Pentecostes é a festa da igreja, a festa que coroa a ressurreição de Cristo como centro da vida. Pentecostes é a festa do nascimento da igreja e a festa da Vida Nova dos que creem no Senhor Jesus e o segue como discípulo.

Para o padre Edson Bahia, a festividade é um marco símbolo para a comunidade local e o Brasil. "Esse é um festejo antigo na igreja toda, e para nós de Vila de Abrantes, é uma festa histórica, pois além de ser um festejo bíblico é uma celebração cristã. É também um marco para o Brasil inteiro, pois foi em Vila de Abrantes que aconteceu a primeira festa", explicou.  

Durante a manhã deste domingo, ocorreu a alvorada, na sequência tiveram duas missas, uma com oração pelos enfermos, e outra pelas famílias. Às 12h30, aconteceu um almoço beneficente, e no turno da tarde, houve a festa de Pentecostes. As celebrações começaram no dia 27 de maio com a realização de novenários, missas, procissão pelas ruas da localidade, quermesse e demais atividades.

Ao longo do evento, padres das cidades de Aracaju (SE), Alagoinhas (BA), Candeias (BA) e Salvador (BA), participaram da festividade, além de autoridades municipais e também representantes da sociedade civil organizada.

 


Mais de Religião