Secretária da SEDUR fala sobre ações de ordenamento da costa de Camaçari em entrevista ao Portal

 

O Portal acompanhou uma ação de reflorestamento e limpeza, realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (SEDUR), na última sexta-feira (20/05), em uma das poligonais do Parque Municipal das Dunas de Abrantes e Jauá, localizada na Fonte da Caixa, em Vila de Abrantes. Durante a atividade, nossa equipe entrevistou a secretária da pasta, Andréa Montenegro que falou sobre o ordenamento da costa, em especial do distrito.

Sobre a mobilidade urbana de Abrantes, a gestora explicou que as vias do distrito não foram pensadas para a passagem de veículos. “Antigamente não se imaginava que aquelas pessoas pudessem ter um carro e aí se construiu ruas pequenas. Mas o progresso veio, as pessoas também cresceram economicamente, e a gente precisa rever essa estruturação, realizando o ordenamento de toda Camaçari, da costa e principalmente no distrito”, disse Andréa Montenegro.

E para que uma ação mais efetiva aconteça, é preciso que Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) seja revisado. “Está acontecendo o processo licitatório da empresa que vai nos dar o respaldo técnico, e vamos retornar com as oficinas, as audiências públicas, para que a gente ouça todos os atores envolvidos nesse plano de revisão, mas pequenas ações já estão sendo feitas como essa agora da limpeza de áreas onde descartam ilegalmente resíduos e lixos, ao tempo que tem a marcação da parte da STT, do trânsito, as praças que estão sendo reconstruídas, revitalizadas como a Praça da Matriz, onde vou fiscalizar os boxes fixos, para que a gente possa cada vez mais desenvolver nossa cidade de forma organizada”, exaltou.

Sobre a retirada de barracas e ambulantes de passeios e espaços públicos, a secretária ressalta que é preciso a junção de diálogo e firmeza. “Quem me conhece sabe que tenho um lado social muito forte, fui gestora da secretaria de Desenvolvimento Social por dois anos, mas faço uma gestão técnica, faço o que é melhor para a coletividade, claro que com muito respeito, dialogando, vendo a possibilidade de remanejamento dessas pessoas, porque sei que com a pandemia o impacto financeiro foi muito grande para todos, mas a gente não pode deixar de lado a gestão técnica do ordenamento e assim eu tenho seguido por toda a cidade, dialogando, mas principalmente pensando na coletividade”.

Para finalizar a gestora destaca que tem atuado com o aval do prefeito Elinaldo Araújo, em parceria com a Casa Legislativa. “O prefeito conhece minha postura como pessoa e como gestora. A parte política não pode sobrepor a gestão técnica, o coletivo, e tenho feito um diálogo muito sincero com todos os representantes da Câmara, eles têm me entendido, e também tenho conversando com a comunidade e cada vez mais tenho percebido que minhas ações de ordenamento estão sendo muito bem aplaudidas pela população. Agora mesmo estou em uma ação de retirada de todos os outdoors que estão em vias públicas e que não estão devidamente licenciados, porque o que mais viso é uma cidade ordenada, e mais organizada, que vai trazer um retorno muito melhor para a comunidade”.

Mais de Política