Comerciantes de Porto de Sauipe solicitam retorno de passagem do transporte público na praça municipal

 

O Portal Abrantes recebeu denúncias de comerciantes de Porto de Sauipe, em Entre Rios, em relação a retirada do roteiro das linhas do transporte público que passava pela praça municipal. A decisão da Prefeitura ocasionou uma baixa considerável nas vendas segundo os denunciantes, e muitos estão a ponto de fechar as lojas.

Segundo informações, a justificativa dada pelo governo foi que em função da requalificação da praça, passeios e de vias, foi preciso alterar o roteiro. No entanto, os comerciantes dizem que souberam que por conta do engarrafamento dos ônibus, a linha não vai voltar mais a circular no local. “Mas esse engarrafamento acontece em outros pontos também. É preciso na verdade organizar o trânsito, sinalizar com placas de proibição de estacionamento, tem a questão dos caminhões também que descarregam a qualquer hora do dia”, questionou a denunciante.

A região da praça, em períodos chuvosos, ficava empossada. A obra no local deve durar cerca de três meses segundo denunciantes. “Com a mudança no roteiro de ônibus e topiques da Linha Branca que não chega mais até a praça, nós fomos prejudicados, porque o comércio aqui era movimentado pelo embarque e desembarque de passageiros. Muitos comerciantes montaram um estabelecimento no local em função da quantidade de pessoas que frequentava e com a retirada da linha de transporte, para não entregar o ponto, alguns estão tendo que circular pelas ruas como ambulantes”, relatou a internauta.

Os comerciantes alegam também que eles foram pegos de surpresa, que não foi realizada nenhuma reunião com a categoria para informar as mudanças. “Não fomos comunicados, apenas ficamos sabendo que os carros saíram para a realização de obras na praça, mas na verdade o transporte público não vão retornar mais”, enfatizou.

Além do comércio, moradores da região e trabalhadores de hotéis estão solicitado o retorno das linhas na praça municipal, já que o ponto onde eles estão parando é distante.

O Portal se coloca a disposição da Prefeitura Municipal para esclarecer o assunto.

Mais de Denúncia