Vale-gás começa a ser pago a famílias carentes

 

O governo federal divulgou nesta sexta-feira (03) as regras do novo Programa Auxílio-Gás. O pagamento começa ainda em dezembro, conforme o governo federal, e será feito a cada dois meses, no valor equivalente a 50% do preço médio nacional do botijão de 13 kg.

Pelos cálculos da Agência Nacional do Petróleo, com base no último semestre, o valor do benefício será de R$ 52, já que o botijão de gás custa em média R$ 102,46, de acordo com o levantamento. A previsão é de que o preço médio suba para R$ 112,48 no próximo ano. Assim, os beneficiários devem receber R$ 56 em 2022.

Terão direito ao vale-gás os grupos familiares inscritos no CadÚnico com renda familiar mensal menor ou igual a meio salário-mínimo por pessoa, além das famílias com integrantes do Benefício de Prestação Continuada (BPC). Terão prioridade as mulheres chefes de família, assim como as mulheres vítimas de violência.

Além das regras citadas, o pagamento às famílias será feito obedecendo à seguinte ordem de critérios, sucessivamente: atualização dos dados do CadÚnico nos últimos 24 meses; menor renda per capita; maior quantidade de membros; recebimento do Auxílio Brasil; e cadastro qualificado pelo gestor, por meio do uso dos dados da averiguação, quando disponíveis.

Mais de Brasil