"Um monte de idiota para falar que você é maconheiro", diz secretario de Segurança Pública da Bahia sobre legalização da maconha

Reprodução

 Reprodução

Como uma estratégia de combate ao narcotráfico e o crime organizado, o secretário da Segurança Pública da Bahia, Ricardo Mandarino, voltou a falar da regulamentação do comércio de drogas. Em entrevista a emissoras da Bahia sobre a violência contra policiais militares no estado, na última terça-feira (14/09), o gestor deu declarações que dividiram opiniões, mesmo afirmando "não suporta drogas".

Durante sua fala, o titular da SSP-BA deu como exemplo Praia do Forte, em Mata de São João, onde disse ter “uma pequena moradia” em que passa final de semana, e que mesmo sendo um lugar tranquilo para se viver, existia o consumo de drogas. “Os ricos, a classe média, esse pessoal que financia a violência, será que eles não tomam consciência disso? Então a sociedade precisa parar com essa hipocrisia e quando a gente debate isso aparece um monte de idiota para falar que você é maconheiro, mas isso é um debate sério, um debate de saúde pública”, disse.

O secretário ainda falou em cobrar tributação das drogas a partir da regulamentação. “A primeira coisa, você quebra as pernas do crime organizado e eles não vão mais poder estar matando para disputar ponto de drogas. Aí pegava esse dinheiro da tributação e construía hospitais para recuperar drogados, e para fazer propagandas contra o uso de drogas. Você frita o boi com a própria banha”, ressaltou.

Mais de Polícia