Facebook
  RSS
  Whatsapp

Comunidade do bairro Burissatuba é beneficiada com o Cata Bagulho

Compartilhar

 Foto: Tiago Pacheco

Com o compromisso de manter a cidade limpa e ordenada, a Prefeitura de Camaçari, por meio da Secretaria dos Serviços Públicos (Sesp), realizou mais uma edição do Projeto Cata Bagulho, que recolhe materiais em desuso das vias públicas do município, nesta quarta-feira (10/7), oportunidade que teve os moradores do bairro Burissatuba como beneficiados pela iniciativa. Durante a coleta, feita pelo caminhão personalizado, foram identificados e recolhidos eletrodomésticos, madeiras, plásticos, entre outros objetos.

A costureira Ana Célia, 65 anos, que mora na localidade há 15, acompanhou de perto a atividade. Contente com a iniciativa da prefeitura, ela avaliou a ação como positiva. “Lixo só atrai bichos e doenças. O que mais observo são pessoas jogando móveis pelas ruas como se fosse algo comum. Gostei dessa iniciativa de recolher esses materiais. É uma ótima ideia”, comentou.

A vendedora do segmento de cosméticos, Maria de Lourdes, 55 anos, que reside há 30 no bairro, concorda com a opinião da vizinha. “É um projeto muito bom e que deve ser mantido. Afinal, o lixo em desuso prejudica diversas pessoas, pois só atrai coisas ruins, como a dengue, que é uma das doenças que precisamos estar atentos. É uma boa ação e agradeço muito à prefeitura pelo cuidado com a população”.

Desde 2023, o Projeto Cata Bagulho é realizado de forma periódica em diferentes bairros da sede e da costa do município. O trabalho acontece com suporte do carro de som e da equipe da Sesp, que, antecedendo o dia da apanha, realiza uma campanha informativa junto à comunidade para que os moradores possam se organizar e deixar os itens a serem recolhidos em frente às residências nos dias estipulados.

A ação tem contribuído com a limpeza pública urbana, conscientização da população acerca do descarte legal, prevenção de proliferação de vetores de doenças, além de estimular a preservação do meio ambiente.

A Sesp reforça que o projeto não aceita podas de árvores e nem entulho de obras. Para dispensar esses tipos de materiais o cidadão deve procurar um Ponto Ecológico de Entrega Voluntária (EcoPEV) mais próximo da residência. Na sede, estão localizados nos bairros Gleba C, na Rua Corpo Santo; Ponto Certo, na Avenida Industrial Urbana; Natal, na Rua Bela Vista; e no Nova Vitória, na Rua Padre Paulo Maria Tonucci.

Com o lixo domiciliar, que também não é retirado pela coleta seletiva, o morador deve acondicioná-lo adequadamente, de modo a não proporcionar risco aos agentes de limpeza para, só então, descartá-lo na coleta diária realizada pelo caminhão da apanha, que, na sede, circula a partir das 19h, e é feita pela Naturalle Resíduos, empresa responsável pelo serviço no município.

Informações ou esclarecimentos relativos à limpeza urbana na cidade, ou relacionados ao Projeto Cata Bagulho, podem ser adquiridas pelo Disque Limpeza Urbana. O canal de comunicação atende pelo aplicativo WhatsApp, somente por mensagem de texto, através do número (71) 99951-0191, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

 

Agència Camaçari

Mais de Camaçari