Facebook
  RSS
  Whatsapp

Operação especial de transporte é suspensa após liminar exigir retorno da frota mínima de ônibus à RMS

Compartilhar

 

A Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STT) de Camaçari informa, que a operação especial montada para atender os trabalhadores do município que utilizam o transporte metropolitano para Salvador, devido à greve da categoria, foi suspensa. A medida foi tomada após o deferimento da liminar judicial pela desembargadora Luíza Aparecida Oliveira Lomba, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 5ª Região, que exige o retorno de 50% da frota dos ônibus que atendem a Região Metropolitana de Salvador (RMS). O documento visa assegurar à população a continuidade do serviço, considerado como essencial.


Desde segunda-feira (24/7), a Prefeitura de Camaçari vem acompanhando o desdobramento da paralisação da categoria na RMS, junto à Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba) e ao Governo do Estado, e se propôs a implantar quatro novas linhas no total, cobrindo a sede e a costa da cidade, que chegou a operar na segunda-feira (24/7). Contudo, com a decisão judicial, a operação desencadeada pela gestão municipal foi interrompida.


A STT ressalta que se manterá atenta aos desdobramentos do atual cenário de greve, e segue comprometida em buscar as melhores alternativas para garantir o bem-estar dos cidadãos do município.

 

Agencia de Notícias

Mais de Candeias