Facebook
  RSS
  Whatsapp

Programa divulgará os estudantes matenses que irão a Portugal

Compartilhar

 

Dez estudantes e dois docentes de escolas públicas municipais de Mata de São João (BA) e de Salvador vão viver uma experiência transformadora e inesquecível em novembro. Isso porque eles serão levados a Portugal para um intercâmbio cultural de dez dias, pelo projeto “Era Uma Vez… Brasil”.
Os nomes dos viajantes serão anunciados no sábado (20), durante um evento realizado no Subúrbio 360º, no bairro de Coutos, em Salvador, a partir das 10h. O encontro marcará também o lançamento do livro de histórias em quadrinhos “O Outro Lado da História” e de quatro filmes curtas-metragens, todos produzidos pelos alunos durante as etapas do projeto.

Desde maio, quando foram iniciadas as inscrições, estudantes e professores de 27 escolas públicas das duas cidades já passaram por duas das quatro fases propostas pelo projeto. Ao todo, foram mais de 300 estudantes inscritos em Salvador e Mata de São João, de um total de 2.700 em todo o país.

Na edição de 2021, que foi finalizada neste ano, quatro alunos e um professor matenses viajaram para a Europa pelo projeto. Os selecionados passam dez dias em Portugal, para vivenciarem experiências e refazer os caminhos que a família real e a corte portuguesa percorreram antes da chegada ao Brasil, em 1808.

Além das visitas a pontos históricos, o grupo os adolescentes e os professores visitam escolas e universidades de Lisboa e regiões próximas, onde terão a oportunidade de trocar informações diretamente com estudantes e professores portugueses.

Projeto - O “Era Uma Vez…Brasil” reconta a História do Brasil, trabalhando em sala de aula narrativas não mostradas pelos livros didáticos tradicionais e exaltando a importância dos povos originários na construção histórica do país.

Além de Mata e de Salvador, a iniciativa mobiliza, simultaneamente, professores de História e alunos do oitavo e nono ano da rede pública de ensino de Jacobina (BA); Belo Jardim (PE); e Lençóis Paulista, Macatuba, Ribeirão Preto e Serrana (SP).

 

Secom

Mais de Mata de São João