Prefeito participa da posse canônica do novo bispo de Camaçari  

Foto: Josué Silva

 Foto: Josué Silva

Um novo ciclo é iniciado para os membros da comunidade católica de Camaçari e região metropolitana, com a chegada de Dom Dirceu de Oliveira Medeiros. O motivo, é que o sacerdote foi empossado como o segundo bispo diocesano e agora passa a administrar a Diocese de Camaçari. Em clima de celebração, a cerimônia, marcada por muita alegria e fé, reuniu centenas de fiéis e autoridades, entre elas o prefeito Elinaldo Araújo. O ato aconteceu na tarde deste sábado (19/2), na Catedral São Thomaz de Cantuária, na Praça Desembargador Montenegro, no Centro.
 
Em seu discurso, o novo bispo proferiu palavras de agradecimento pela receptividade da população, e reproduziu uma parte da mensagem utilizada no dia da sua nomeação, que ocorreu em 27 de outubro de 2021. Para Dom Dirceu, seu primeiro desafio será conhecer os cidadãos que fazem parte da comunidade católica do município. “Vocês ainda não me conhecem, nem eu ainda conheço vocês. Contudo, vocês já estão no meu coração de pastor. A minha primeira disposição é conhecer vocês, e segundo, com vocês continuarmos juntos essa caminhada na perspectiva da corresponsabilidade. Lembrem-se amados, ninguém faz nada sozinho. Preciso de vocês, vocês de mim e nós de Cristo, o bom pastor, porque Ele mesmo disse, sem mim nada podeis fazer. Agradeço desde já a acolhida”, declarou emocionado.  
 
A maior autoridade diocesana ainda aproveitou a oportunidade para fazer uma homenagem às vítimas das fortes chuvas que atingiram o Sul da Bahia e também a cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro, além das pessoas que perderam seus entes queridos em decorrência da pandemia da Covid-19 e demais impactos provocados pela crise sanitária. Dom Dirceu de Oliveira, que nasceu em 28 de março de 1973, na cidade de Barroso, em Minas Gerais (MG) substitui o primeiro bispo, Dom João Carlos Petrini, que esteve à frente da diocese desde sua posse em 2011, e completou 11 anos de história em território camaçariense.
 
Para desejar as boas-vindas ao bispo, o prefeito Elinaldo Araújo, marcou presença na cerimônia. O gestor municipal destacou a importância das atividades desenvolvidas pela igreja católica e se colocou à disposição para que o novo bispo sinta-se em casa. “A igreja tem realizado um belo trabalho social e educativo em Camaçari. A chegada de Dom Dirceu vai fortalecer o catolicismo e, com certeza, ele vai dar continuidade a esse excelente trabalho na nossa cidade. Estou muito contente em poder participar deste momento memorável”, compartilhou Elinaldo, que esteve acompanhado do vice-prefeito, José Tude.
 
O católico, Edson Geraldo de Moura, 55 anos, viajou mais de 30 horas de ônibus da cidade de Prado, em Minas Gerais (MG) para a Bahia (BA), com mais 32 pessoas para acompanhar de perto a cerimônia de posse de Dom Dirceu em Camaçari. Para ele, “representa muito estar participando dessa posse de Dom Dirceu, pois ele representou muito a nossa comunidade e a nossa diocese. Passamos 31 horas de viagem para chegar até aqui, mas com certeza valeu a pena. Ele é muito querido na nossa comunidade e Camaçari ficará bem servida com ele”, partilhou o membro da Paróquia da Nossa Senhora da Conceição.  
 
Membro da Paróquia de Sant'Ana, na Gleba A, Marcilene Dias, que se considera como “católica a vida inteira”, fez questão de prestigiar a solenidade ao lado da família, representada pela sua mãe e irmã. “Me sinto muito feliz de estar participando deste momento importantíssimo da igreja, e acredito que se há renovação, há um novo olhar. Acredito que ele vai trabalhar com muita fé e muito carinho pelo povo da Diocese de Camaçari”, expressou com alegria.
 
Além da posse canônica, hoje a Diocese celebra  11 anos de sua instalação. Dom João Carlos Petrini se despede da missão enquanto bispo dioceseano da cidade e afirma que a vinda de Dom Dirceu é uma escolha divina. "A chegada do novo bispo é um fato indispensável, tendo em vista que a idade da gente vai avançando e não se pode continuar indefinidamente, e eu entendo isso como um desígnio de Deus que se concretiza”, declarou.
 
Em tempo, Dom Petrini ainda acrescentou que “sempre digo que Camaçari é uma realidade em obras, tanto a sociedade que está sempre construindo uma coisa e outra, uma ponte, um viaduto, uma via e casa e etc, e a igreja também”, concluiu.

Quem não pôde participar presencialmente da solenidade, a cerimônia foi transmitida pelo canal do YouTube da Diocese de Camaçari, que pode pode ser acessado aqui. O evento contou com a presença de secretários municipais, representantes do Poder Legislativo, devotos e simpatizantes da comunidade católica, além de membros da sociedade civil organizada.Prefeito participa da posse canônica do novo bispo de Camaçari
 
Um novo ciclo é iniciado para os membros da comunidade católica de Camaçari e região metropolitana, com a chegada de Dom Dirceu de Oliveira Medeiros. O motivo, é que o sacerdote foi empossado como o segundo bispo diocesano e agora passa a administrar a Diocese de Camaçari. Em clima de celebração, a cerimônia, marcada por muita alegria e fé, reuniu centenas de fiéis e autoridades, entre elas o prefeito Elinaldo Araújo. O ato aconteceu na tarde deste sábado (19/2), na Catedral São Thomaz de Cantuária, na Praça Desembargador Montenegro, no Centro.
 
Em seu discurso, o novo bispo proferiu palavras de agradecimento pela receptividade da população, e reproduziu uma parte da mensagem utilizada no dia da sua nomeação, que ocorreu em 27 de outubro de 2021. Para Dom Dirceu, seu primeiro desafio será conhecer os cidadãos que fazem parte da comunidade católica do município. “Vocês ainda não me conhecem, nem eu ainda conheço vocês. Contudo, vocês já estão no meu coração de pastor. A minha primeira disposição é conhecer vocês, e segundo, com vocês continuarmos juntos essa caminhada na perspectiva da corresponsabilidade. Lembrem-se amados, ninguém faz nada sozinho. Preciso de vocês, vocês de mim e nós de Cristo, o bom pastor, porque Ele mesmo disse, sem mim nada podeis fazer. Agradeço desde já a acolhida”, declarou emocionado.  
 
A maior autoridade diocesana ainda aproveitou a oportunidade para fazer uma homenagem às vítimas das fortes chuvas que atingiram o Sul da Bahia e também a cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro, além das pessoas que perderam seus entes queridos em decorrência da pandemia da Covid-19 e demais impactos provocados pela crise sanitária. Dom Dirceu de Oliveira, que nasceu em 28 de março de 1973, na cidade de Barroso, em Minas Gerais (MG) substitui o primeiro bispo, Dom João Carlos Petrini, que esteve à frente da diocese desde sua posse em 2011, e completou 11 anos de história em território camaçariense.
 
Para desejar as boas-vindas ao bispo, o prefeito Elinaldo Araújo, marcou presença na cerimônia. O gestor municipal destacou a importância das atividades desenvolvidas pela igreja católica e se colocou à disposição para que o novo bispo sinta-se em casa. “A igreja tem realizado um belo trabalho social e educativo em Camaçari. A chegada de Dom Dirceu vai fortalecer o catolicismo e, com certeza, ele vai dar continuidade a esse excelente trabalho na nossa cidade. Estou muito contente em poder participar deste momento memorável”, compartilhou Elinaldo, que esteve acompanhado do vice-prefeito, José Tude.
 
O católico, Edson Geraldo de Moura, 55 anos, viajou mais de 30 horas de ônibus da cidade de Prado, em Minas Gerais (MG) para a Bahia (BA), com mais 32 pessoas para acompanhar de perto a cerimônia de posse de Dom Dirceu em Camaçari. Para ele, “representa muito estar participando dessa posse de Dom Dirceu, pois ele representou muito a nossa comunidade e a nossa diocese. Passamos 31 horas de viagem para chegar até aqui, mas com certeza valeu a pena. Ele é muito querido na nossa comunidade e Camaçari ficará bem servida com ele”, partilhou o membro da Paróquia da Nossa Senhora da Conceição.  
 
Membro da Paróquia de Sant'Ana, na Gleba A, Marcilene Dias, que se considera como “católica a vida inteira”, fez questão de prestigiar a solenidade ao lado da família, representada pela sua mãe e irmã. “Me sinto muito feliz de estar participando deste momento importantíssimo da igreja, e acredito que se há renovação, há um novo olhar. Acredito que ele vai trabalhar com muita fé e muito carinho pelo povo da Diocese de Camaçari”, expressou com alegria.
 
Além da posse canônica, hoje a Diocese celebra  11 anos de sua instalação. Dom João Carlos Petrini se despede da missão enquanto bispo dioceseano da cidade e afirma que a vinda de Dom Dirceu é uma escolha divina. "A chegada do novo bispo é um fato indispensável, tendo em vista que a idade da gente vai avançando e não se pode continuar indefinidamente, e eu entendo isso como um desígnio de Deus que se concretiza”, declarou.
 
Em tempo, Dom Petrini ainda acrescentou que “sempre digo que Camaçari é uma realidade em obras, tanto a sociedade que está sempre construindo uma coisa e outra, uma ponte, um viaduto, uma via e casa e etc, e a igreja também”, concluiu.

Quem não pôde participar presencialmente da solenidade, a cerimônia foi transmitida pelo canal do YouTube da Diocese de Camaçari, que pode pode ser acessado aqui. O evento contou com a presença de secretários municipais, representantes do Poder Legislativo, devotos e simpatizantes da comunidade católica, além de membros da sociedade civil organizada.

 


 

Agencia de Notícias

Mais de Religião