12º edição do Camaçari Open de Capoeira inicia de luto

Foto Moura Positivo/ Portal Abrantes

 Foto Moura Positivo/ Portal Abrantes

Era para ser um dia de festa pela abertura da 12º edição do Camaçari Open de Capoeira, após dois anos sem o evento acontecer por conta da pandemia, mas foi um dia de luto e saudosismo. Um dos atletas que participaria do evento morreu na última quarta-feira (01/12) no Ceará.

Mestre Grandão, organizador do evento, destacou que esta edição do Camaçari Open de Capoeira será uma homenagem ao monitor Tetê, de apenas 22 anos, que sofreu um infarto fulminante. "Até pensamos em cancelar o evento, mas resolvemos dar continuidade até para que a gente possa fazer uma homenagem para ele”, enfatizou.

Devido ao acontecimento, a programação foi alterada. “O clima mudou, hoje era para ser a nossa coletiva de imprensa, nossa noite de gala, era para estarmos aqui com três vezes mais pessoas e improvisamos a programação de hoje. Vamos dar sequência ao evento, mas essa fatalidade mudou o clima do evento, que é forte, vai continuar, mas não estamos tão alegres como deveríamos”, desabafou Mestre Grandão.

Mestre de Tetê, Pesão que também é do Ceará, lamentou a morte do atleta que passou mal fazendo o que amava, jogando capoeira. “Desde quando entrou na capoeira ele tinha o objetivo de ser o melhor e conseguiu chegar, porque um cearense ser campeão na Bahia, tem que treinar muito. Foi vice campeão no outro ano. Deixou um trabalho excelente, mas a gente não sabe os planos de Deus, ele estava treinando quando a pressão subiu”, relatou.

O encontro nacional de capoeiristas segue até domingo (05). O Portal se solidariza com o sentimento de dor de todos os capoeiristas que tiveram a oportunidade de conviver com Tetê e deseja força a família.

   

   

Mais de Esportes