Sobrevivente da tragédia da farmácia Pague Menos relata em vídeo momentos vividos no hospital e falta de apoio da empresa

 

Já se passaram cinco anos desde a tragédia na Farmácia Pague Menos, localizada na Avenida Getúlio Vargas, em Camaçari, que vitimou fatalmente 10 pessoas e outras ficaram gravemente feridas. Uma delas é Cristiane Matos, que postou um vídeo em uma rede social, com uma legenda comovente, onde relembra os momentos de medo e insegurança que passou no hospital.

Nas imagens é possível ver Cristiane que trabalhava como atendente da Pague Menos, se recuperando das queimaduras pelo corpo. Ela ainda lamenta a morte dos colegas de trabalhos e ressalta o pouco apoio que recebeu da empresa.

Em 2020, a Farmácia Pague Menos desistiu de recorrer a ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), onde foi condenada a pagar uma indenização de R$ 2 milhões de reais por danos morais coletivos pelo incêndio da loja que estava em manutenção e funcionando ao mesmo tempo.

Veja na integra o depoimento de Cristiane:

“Meu nome é superação: há 5 anos este acontecimento mudou a minha vida, a tragédia pague menos onde hoje seria meu aniversário de morte, Deus converteu em testemunho de vida, me pegando pelas minhas mãos, segurando os escombros, me blindando das explosões. Oh! Quantas noites de incertezas, dores regadas a morfina, Oh! Santa Dimorf que refrigerava minha matéria. Esta trilha sonora, porque Sam Smith? Porque Stay With Me. Porque era a música que tocava na rádio sintonizada no meu celular, já que não tinha tv. Noites de incertezas, muitas idas ao centro cirúrgico que davam frio na alma, medo de não voltar mais. Uma pena um dos meus incentivadores não estar mais aqui (painho in memória), mas vejo ele em toda positividade de que tudo ficará bem. Há sempre um motivo para lutar e um incentivo, um incentivador. Se luto, sou guerreira foi porque minhas bases sempre fortaleceram estas minhas raízes as vezes cansada, porém perseverantes. Nunca pare de lutar".

 

 

Mais de Noticias