Lauro de Freitas abre inscrições para o Primeiro Concurso e Recital de Poesias

 

As inscrições para o Primeiro Concurso e Recital de Poesias, promovido pela Secretaria Municipal de Juventude (Seju) de Lauro de Freitas, estão abertas e podem ser realizadas até o dia 23 de julho. De acordo com o edital, publicado no Diário Oficial do Município nesta segunda-feira (28), o evento promoverá um encontro virtual da poesia falada no qual os participantes serão avaliados por uma curadoria. Podem se inscrever no endereço bit.ly/conpoesia, pessoas com idade entre 15 a 29 anos que residem na cidade.  

De acordo com a diretora da Seju, Suelem Santos, serão selecionados 16 finalistas que farão parte do primeiro e-book e livro de 'Poesias da Seju'. "A intenção é estimular esses jovens que escrevem poesias a exporem seus trabalhos e promover a valorização da produção local. Entre esses finalistas, destinamos quatro vagas para PCD. Os menores que quiserem participar devem preencher o formulário de autorização juntamente com seus responsáveis. O evento e suas etapas serão virtuais por conta da pandemia", explicou. 

No momento da inscrição, o candidato deverá preencher os campos com a documentação necessária exigida e anexar um vídeo recitando a poesia e uma cópia em texto. Cada participante poderá enviar apenas um poema, os candidatos classificados avançam para a próxima etapa, até a grande final no dia 30/08. "Os poemas devem ser inéditos, não podem ter sido divulgados previamente em livros, revistas ou outros concursos. Serão avaliados por curadores com vasta experiência na área da educação e poesias", enfatiza Suellem. 

Os vídeos não podem ultrapassar o tempo de um minuto e trinta segundos e o poema não pode ultrapassar uma lauda tamanho A4. Os critérios para validar as inscrições são literalidade, preenchimento correto dos dados e autoria. Os resultados serão divulgados no Diário Oficial do Município e na página do Instagram da Seju (@seju.lf). Os candidatos colocados do primeiro até o terceiro lugar além de participarem do e-book, receberão uma placa e um prêmio. 

Por Giovanna Reyner

Mais de Cultura