Semana Santa : Dom João Carlos Petrini envia mensagem de gratidão ao povo 

 

O Bispo da Diocese de Camaçari, Dom João Carlos Petrini, dirigiu uma mensagem de gratidão ao povo por ocasião da Semana Santa.  Tendo como o tema "O amor é mais forte", ele inicia a mensagem agradecendo a acolhida de todos que, seguindo as orientações em combate ao coronavírus, permanecem em casa, mas especialmente por se conectar através da internet nos meios de comunicação para acompanhar as celebrações. Agradece aos agentes da Pastoral da Comunicação que transmitem as celebrações pelas redes sociais em cada paróquia e cada dizimista que mantém o compromisso com a manutenção da comunidade.

 

Ele continua dizendo que "O amor é mais forte de todo o mal que o coronavírus representa e de todos os males que possam ser cometidos contra homens e mulheres, no nosso tempo". E deixou os votos de esperança e feliz páscoa, na certeza da vitória de Cristo sobre todo mal. "Que nesta Páscoa, cada um possa afirmar com convicção: é verdade, o amor de Jesus Cristo é mais forte".  

 

Confira a mensagem na integra :

 

 

O AMOR É MAIS FORTE – SEMANA SANTA 2020

Camaçari 08 de abril de 2020

 

 

Caríssimos irmãos e irmãs, 

 

 

Agradeço a acolhida às restrições impostas pela pandemia do coronavírus às atividades da Igreja, dolorosas especialmente nesta Semana Santa. Agradeço também a rapidez com a qual muitas pessoas conseguiram ligar-se às redes sociais para acompanhar as celebrações. Um especial agradecimento aos agentes da Pastoral da Comunicação que possibilitam a transmissão das Missas em cada Paróquia e aos jovens que, tendo maior familiaridade com esses meios, permitiram aos outros membros da família participar dos gestos litúrgicos. Quero agradecer também a todos os que tiveram a atenção de devolver o dízimo que nos permite dar conta de nossas despesas. 

 

A Semana Santa nos diz que no mundo se concentram muitos males. A morte parece mais poderosa que a vida, o mal parece mais forte que o bem, parece que este seja o tempo da derrota do ser humano.  

 

Mas Jesus, que abraçou nossa condição humana, venceu e dá, a quem o segue, o dom de participar de sua vitória. O amor é mais forte de todo o mal que se concentrou para levar Jesus à morte na cruz. O amor é mais forte de todo o mal que o coronavírus representa e de todos os males que possam ser cometidos contra homens e mulheres, no nosso tempo. Nós já temos alguma experiência desta vitória de Cristo e, agora, somos chamados a aprofundar a certeza da Sua vitória, para indicar o caminho aos nossos familiares, a adolescentes e jovens, a casais e idosos. Que nesta Páscoa, cada um possa afirmar com convicção: é verdade, o amor de Jesus Cristo é mais forte.  

As palavras que dão o título a esta mensagem foram gritadas no estádio de futebol de Santiago, no Chile, pelo Papa São João Paulo II, em 1989, depois de meia hora de gritaria e confusão provocadas por grupos políticos adversários: “O AMOR É MAIS FORTE”. É a mensagem que nós podemos gritar aos ouvidos e ao coração de todo mundo, para que cada um levante os olhos dos números de contagiados e mortos pelo coronavírus e olhe de frente Sua Presença amorosa. Como disse o Papa Francisco na memorável tarde de oração em Roma: “Com Ele a bordo, experimentaremos – como os discípulos – que não há naufrágio.” A todos e todas desejo uma feliz Páscoa de ressurreição e uma esperança renovada para enfrentar os desafios deste tempo. 

 

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DE GUADALUPE – 12/04/2020 15:00 HORAS

 

No Domingo de Páscoa, dia 12, participaremos da oração feita simultaneamente por todos os povos da América Latina a Nossa Senhora de Guadalupe, para pedirmos a proteção do coronavírus para os nossos povos. 

Recordo as palavras da Virgem a Juan Diego no cerro de Tepeyac, relatadas por Nican Mopohua, pouquíssimo tempo depois das aparições, num relato em língua náhuatl, em meados do século XVI. Tendo ficado doente o tio, Juan Diego correu à cidade para chamar um sacerdote para os últimos sacramentos e passou por um caminho diferente para não se atrasar. A Virgem lhe disse:  

 

“Ouve e entende bem, meu filho mais pequeno, que aquilo que te assusta e aflige não é nada; não se perturbe o teu coração, não temas essa doença nem qualquer outra doença ou angústia. Não estou eu aqui, que sou tua Mãe? Acaso não estás sob a minha proteção e amparo? Não sou eu a tua saúde? Não estás porventura no meu regaço e entre os meus braços? De que mais precisas?

Dom João Carlos Petrini

Bispo da Diocese de Camaçari

 

 

Kivia Matos
 

Mais de Religião