PL cancela filiação de Bolsonaro marcada para o próximo dia 22

 Redes sociais

Estava agendada para o próximo dia 22, a filiação do presidente Jair Bolsonaro, ao Partido Liberal (PL), no entanto o evento foi desmarcado. Segundo informações, divergências sobre o apoio na eleição para o governo de São Paulo teriam ocasionado o cancelamento.

Segundo a sigla, o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, tomou a decisão após "intensa troca de mensagens na madrugada deste domingo, 14, com o presidente Jair Bolsonaro". Na manhã de hoje o presidente comentou o assunto e citou claramente o problema com São Paulo. "Não tenho candidato em São Paulo ainda. Talvez o Tarcísio aceite esse desafio", disse.

Bolsonaro quer ter um palanque diferente no Estado e não aceita apoiar um apadrinhado do governador João Doria (PSDB-SP), que é seu adversário, querendo o nome do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. Já o PL quer apoiar a candidatura do vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB) ao Palácio dos Bandeirantes, no maior colégio eleitoral do País.

Mais de Outras